Minicast Game of Thrones S07E01

Finalmente Game of Thrones está de volta pra fechar nossos domingos! E, claro, o minicast também retorna pra fechar a sua semana!

Então vem com Alexandre Luiz, Davi Garcia e Allan Veríssimo pra curtir uma discussão muito bem humorada e cheia de novas teorias sobre o futuro da série! E não se esqueça de comentar abaixo e contar pra nossa equipe suas expectativas para o penúltimo ano de GoT!

Redação

0 comments

  1. Jorge 21 julho, 2017 at 01:45 Responder

    Ótimo minicast…

    Galera eu tenho uma suposição de como pode ser a morte da Cersei.

    Na Relebião de Robert como muitos sabem o Rei Louco viu que seria derrotado e mandou queimar toda a cidade, sendo assim o Jaime o matou.

    Acredito que essa situação pode acontecer com a Cersei, ela vai perceber que não ganhará da Daenerys e mandará queimar a cidade, pois como vimos Qyburn sabe onde estão os potes de fogo e ela pode utilizá-los a qualquer momento. O Jaime vendo toda essa situação se repetindo acredito que vai ser nesse momento que ele a matará…

    Grande abraço e até a semana que vem…

    • Alexandre Luiz 21 julho, 2017 at 14:25 Responder

      Jorge! Valeu por comentar! Olha, essa hipótese seria um belo desfecho pros dois personagens. Jaime deveria morrer com ela, pra que sua jornada se completasse, em um momento semelhante ao que ele já fez, mas que evocasse as diferenças em suas motivações.

      Grande Abraço e valeu pela audiência! 🙂

  2. barrosmatheus 21 julho, 2017 at 09:56 Responder

    Gente, duas coisas:

    1) Bran chegando na muralha pode ser a chave para a passagem dos White Walkers para o sul. A muralha tem uma magia assim como aquela caverna da temporada anterior em que Hodor foi morto. Os Outros conseguiram entrar porque o Rei da Noite conseguiu tocar em Bran, que desativou a magia. Logo, Bran entrando na Muralha…

    2) SPOOOOOOOOOOOOOILEERRRRRRRRRRRR: o presente de Euron Greyjoy pra Cersei é: Ellaria e Tyene Sand (assassinas de Myrcella), além de Yara Greyjoy de brinde.

  3. Diego Quaglia 21 julho, 2017 at 10:51 Responder

    Ótimo minicast como sempre. Parabéns, gente…

    Eu concordo com vocês na maioria das coisas que vocês falaram. Eu achei um ótimo episódio de retorno pra situar à série e em minha modesta opinião ele foi muito superior aos episódios de retorno das duas temporadas passadas. Pra mim ele talvez seja o melhor junto com o da quarta temporada. Embora obviamente ele não tenha nada de muito marcante ele serviu só pra situar a situação da série nessa temporada e todas as tramas e personagens, e a forma que ele fez isso foi muito bem feita, desde o retorno de “Walder Frey” que foi brilhante, Jon e Sansa tentando lidar com seus problemas e o seu próprio relacionamento, e Cersei se achando no topo do mundo (literalmente) com a sua loucura crescendo cada vez mais. No núcleo de Porto Real, fiquei feliz em ver que o Jaime não será só mais um capacho dela como foi durante a temporada passads e gostei da reintrodução do Euron também, apesar do lance dos navios realmente ter sido bizarro rsrsrs Eu estranhei a montagem na cena do Sam e acho que ela passou um pouco do ponto também, rsrsrs, mas ela funcionou bastante, é legal ver GOT ousando de forma narrativa, foi bacana ver a rotina do Sam e acho que esse núcleo promete render bastante, e achei a participação do Jim Broadbent ótima também. A cena da Daenerys fechou o episodio muito bem, mas minhas partes favoritas do episodio foram às cenas da Arya com os soldados Lannister e principalmente as cenas do Cão com a Irmandade. Elas realmente transmitem tudo que vocês falaram e foi muito legal a série ter inserido elas. Então no geral apesar de umas coisas estranhas foi um ótimo retorno, com um saldo bem positivo e espero que a temporada continue assim. Até a próxima e de novo parabéns pelo trabalho.

    • Alexandre Luiz 21 julho, 2017 at 14:29 Responder

      Valeu por comentar, Diego! Essa parte da Arya com os soldados e a sequência com o Cão realmente foram os pontos mais interessantes desse retorno. Como o Allan comentou no programa, que bom que a série consegue arrumar tempo pra inserir algo tão humano na trama sem sacrificar o ritmo e o senso de urgência, que nessa altura tá lá em cima, né. Tomara que a temporada mantenha essa qualidade.

      Grande abraço!

  4. Lou Bloom 21 julho, 2017 at 17:24 Responder

    Ótimo podcast. Concordo com os participantes que mostrar o lado humano do exército Lannister foi bom, mas o Ed Sheeran estragou a imersão (não por culpa dele, e sim pelo diretor que parecia querer colocar ele em todos os enquadramentos).

    Apesar de ter boas cenas (as do Cão, a da Sansa com o Jon e a do Euron “wannabe Oberyn” Greyjoy na sala do trono), eu achei esse episódio fraco. E os motivos foram: os roteiristas parecem estar mantendo o estilo “fanservice em detrimento da narrativa” da última temporada e a quantidade absurda de diálogos expositivos sobre informações que já sabíamos, parecia uma recapitulação estendida com algumas cenas novas.

    Espero que a partir do próximo episódio eles segurem a mão na exposição, mas a parte do fanservice eu já aceitei que vai ser o novo padrão.

    Abraços, no aguardo pelos próximos minicasts!

  5. Lukas 21 julho, 2017 at 19:21 Responder

    Finalmente está de volta o meu minicast favorito no Cine Alerta! Parabéns pelo trabalho!

    Porém eu acho que nunca fui tão contrário as opiniões de vcs como fui hoje kkkkkkk

    Primeiro: Os Greyjoy não construiram mil navios. Os Greyjoy possuiam desde sempre a maior frota dos Sete Reinos (nos livros, se juntar todos os navios dos outros reinos não dá o total dos Greyjoy). Eles deviam ter já no mínimo uns 800 navios na temporada passada. Beleza que ainda assim 200 são muitos pra pouco tempo, mas é bem menos do que vcs deram a entender né? kkk

    E sobre o Mindinho… sinto informar mas eu tenho quase certeza de que ele fará a cabeça da Sansa, só que isso não seria uma falha da série, muito pelo contrário! Ao longo da série o Mindinho manipulou, no mínimo, 5 reinos inteiros um contra o outro. Vcs esquecem que o Mindinho já manipulou para incriminar o Tyrion e por pouco não conseguiu matar ele se não fosse o Varys e Jaime! QUEM é a Sansa perto dele galera, por mais que ela tenha crescido ao longo da série??? rsrsrs

    Na minha opinião a Sansa até deve derrotar o Mindinho ate o final da série, uma vez que ela é a kryptonita emocional dele, mas antes disso ele deve passar a rasteira bonito nela. Não por ela ser fragil, mas por ser do Mindinho que estamos falando.

    • Alexandre Luiz 23 julho, 2017 at 12:03 Responder

      Valeu, Lukas! Quanto às suas observações, vamos lá: primeiro, como o "previously on" reforçou pra nos lembrar, o nosso querido Euron ordena aos seus homens que "construam mil navios pra mim!", porque o Theon e a irmã levaram os melhores navios da frota Greyjoy. Isso foi no quinto episódio da temporada passada https://www.youtube.com/watch?v=MUB9m31oF28. Ele pode não ter construído 1000 mas levando em conta o que a série nos mostra, o que é levado a crer é que sim, eles construíram mesmo um frota inteira, muito mais que 200.

      Segundo: quando reclamamos da possível manipulação do Mindinho sobre a Sansa é porque se isso acontecer será repetitivo, porque a fase dela ser manipulada por ele já passou. A série pode trazer algo bem interessante mostrando o crescimento da personagem nos fazendo acreditar que ela continua manipulada quando na verdade está manipulando o próprio Mindinho. Ela cair no mesmo golpe de novo seria jogar fora todo desenvolvimento de seis anos com a personagem. Mas, vamos esperar pra ver!

      Valeu de novo pelo comentário, Lukas! Abraço!

  6. Kaio 22 julho, 2017 at 07:37 Responder

    Galera vocês já pararam pra considerar que talvez nós estamos enxergando a jornada da Sansa de maneira errada, e que ela na verdade está caminhando pra se tornar uma vilã?

    Se pararmos pra pensar, a humilhação que a Cersei passou na mão dos Pardais e a maneira com que ela se vingou deles rima bastante com o que a Sansa passou com o Ramsay e a maneira que ela se vingou.

    Eu acho que a Sansa vai se tornar uma mistura do Mindinho com a Cersei… aliás acho que ela aprenderá tanto com o Mindinho que no final vai traí-lo e matá-lo.

    • Alexandre Luiz 23 julho, 2017 at 12:08 Responder

      Bem apontado, Kaio. A Sansa é vingativa e aquela cena dela discutindo com o Jon poderia descambar em uma decisão bastante "vilanesca", né? Afinal só sobraram crianças das duas famílias que ela queria banir. Bem observado mesmo!

      Valeu pelo comentário, Kaio! Abraço!

Deixe uma resposta