Especial - True Blood

Neste domingo, 16, estreia a sexta temporada de uma das mais queridas (e odiadas) séries da atualidade: True Blood. A série debutou na HBO em 2008, e de lá para cá já passou muitas reviravoltas, tanto em suas tramas quanto em seus bastidores. Baseada nas Crônicas de Sookie Stackhouse, uma série de livros criada pela escritora norte-americana Charlaine Harris, True Blood se passa na cidade fictícia de Bon Temps, Louisiana, numa realidade onde os vampiros decidiram se mostrar ao mundo e conviver "normalmente" com a população humana. E como se não bastasse a convivência entre vampiros e humanos, outras criaturas sobrenaturais se revelam para dar tempero à situação.

O idealizador da série foi Alan Ball, que após o término de Six Feet Under (criação sua e também veiculada na HBO) em 2005, assinou um contrato com a emissora para desenvolver um novo projeto. Segundo Ball, seu primeiro contato com a obra de Charlaine Harris foi ao, por acaso, comprar o primeiro livro da série, "Morto Até o Anoitecer" (Dead Until Dark) e devorá-lo do dia para noite, decidindo por fim trazer a visão da escritora para a televisão, alegando entender bem sua linguagem. E assim True Blood foi ao ar tendo Alan Ball como seu showrunner, escrevendo e dirigindo alguns dos episódios da série. Recentemente, mesmo declarando se divertir com a série e não ter pretensões de deixá-la, Alan Ball deixou a chefia da mesma, continuando apenas como supervisor.

O elenco, já premiado, conta com Anna Paquin, vencedora do Oscar por "O Piano" e também ganhadora do Globo de Ouro de melhor atriz pela série, e seu parceiro de cenas e marido Stephen Moyer, que já arriscou dirigir dois episódios da série. Outros nomes como o de Alexander Skarsgård, Kristin Bauer e Joe Manganiello também marcam presença.

Além do elenco estelar, outro elemento na série que chama a atenção pelo seu mistério e jogo de imagens que chega a hipnotizar é a abertura (já indicada ao Emmy), criada pelo mesmo estúdio responsável pelas aberturas de Dexter e Six Feet Under. Muito sexo, violência e elementos sobrenaturais são embalados ao som de Bad Things, de Jace Everett.

E para relembrar os acontecimentos da nossa querida True Blood, o Cine Alerta preparou um resumão especialmente para você refrescar suas memórias. Vilões, tramas, amores, expectativas para a nova temporada e muito mais, confira.

Primeira Temporada

A temporada de estreia da série segue, quase que à risca, a trama do primeiro livro de As Crônicas de Sookie Stackhouse. É aqui que vemos os primeiros contatos entre humanos e vampiros, que descobrem juntos o quão perigosa pode se tornar esta convivência. O contrabando de V Juice (sangue de vampiro), que possui capacidades extraordinárias como o poder da cura e o de drogar as pessoas de forma psicodélica, deixando o usuário na mais completa viagem, é posto em pauta. Aos poucos também vamos desvendando a personalidade de Sookie e sua atração sem tamanho por Bill.

TB 01

No entanto, a história principal desta temporada gira em torno de uma série de assassinatos de mulheres que se relacionaram sexualmente com vampiros. O irmão de Sookie , Jason Stackhouse, também conhecido como o maior garanhão do local, acaba se vendo envolvido nos casos de assassinato, já que algumas das mulheres que foram a óbito também se relacionaram com ele. É aí que Sookie se vê na obrigação de tentar ajudar a livrar o irmão das acusações utilizando o seu poder: o de ler a mente das pessoas. A trama é bem desenvolvida e, no final das contas, a surpresa na revelação do verdadeiro assassino é certa.

Por intermédio de Bill, Sookie conhece o vampiro e xerife da raça na área, Eric Northman (e também sua cria, a vampira Pam), que fica interessado com seus dons sobrenaturais. Logo ele pede para que Sookie o ajude a encontrar o traidor que vem roubando seu bar, o Fangtasia, e esta descoberta quase levou a morte da moça quando o ladrão tenta matá-la. Bill logo mata o cara para salvar sua amada, e esse ato o leva a condenação. E sua pena? Transformar uma garota indefesa de 17 anos em uma vampira. É aí que conhecemos a fofíssima Jessica Hamby.

Também somos apresentados a Sam, dono do (único) bar da cidade, o Merlotte's, apaixonado platonicamente por Sookie e também metamorfo; a Tara, melhor amiga de Sookie e também um dos seres humanos mais instáveis de todos os tempos, que se torna garçonete do Merlotte's, e seu primo Lafayette, homossexual quase travestido que trabalha como cozinheiro do bar.

Segunda Temporada

Inserindo mais criaturas sobrenaturais, esta temporada é baseada basicamente em duas tramas principais. A primeira delas é o conflito Humanos X Vampiros, que chega a tomar proporções gigantescas quando uma irmandade chamada "Sociedade do Sol", encabeçada pelo reverendo Newlin e sua esposa, declaram uma guerra ferrenha contra as criaturas noturnas. A Sociedade se utiliza da fé para angariar fiéis, que permanecem firmemente na luta para extinguir os vampiros da face da terra. Entre estes fiéis está o irmão de Sookie, Jason, que se vê na obrigação de juntar-se a causa depois de tantas barbaridades que presenciou.

Com toda a onda anti-vampiros, o desaparecimento de Godric, criador de Eric e um dos mais poderosos vampiros existentes, agita os ânimos de todos. Sookie mais uma vez usa seu super dom e sai em cruzada com Eric na busca do chefão vampiresco todo poderoso, que não passava, na verdade, de uma grande autoridade no corpo de um menino. Uma das cenas mais marcantes de True Blood envolve justamente o trio Godric-Sookie-Eric.

Mal sabiam os militantes da Sociedade do Sol que os vampiros eram apenas a ponta do iceberg quando o assunto era criaturas sobrenaturais. A segunda trama da temporada focou em Maryann Forrester e sua capacidade em manipular todos aqueles que estavam ao seu redor. A mulher, uma ménade, aos poucos vai conseguindo dominar a cidade de Bon Temps, promovendo festas e orgias em homenagem ao deus Dionísio. O salvador de Bon Temps acabou sendo Sam, que derrotou a filha do capeta em uma das sequências mais interessantes da série.

Terceira Temporada

E entra em cena os lobisomens. Estes que, a serviço de Russell Edgington, um poderoso vampiro e talvez o pior vilão da série, raptaram Bill no final da segunda temporada. Além dos lobisomens controlados por Russell, conhecemos Alcide, uma criatura justa nos seus atos e falho nas escolhas amorosas que fez. Sempre disposto a ajudar Sookie, Alcide se torna um grande aliado para a moça juntamente com Eric para desvendar o paradeiro de Bill.

É nesta temporada também que Sookie descobre ser fada, e que por isso possui o dom da leitura dos pensamentos alheios (que não serve para outras criaturas sobrenaturais). Além do poder, a moça descobre ser, assim como o restante de sua raça, um objeto de desejo dos vampiros, que ao beberem do seu sangue passam a ter a possibilidade de caminhar no sol. Simplesmente um sonho para quem está há centenas de anos excluso nas sombras da noite.

Russell reacting to Talbot's death.

E foi essa origem fádica que fez com que Sookie descobrisse que, na verdade, no início de tudo Bill a estava cercando e estudando sua árvore genealógica para saber mais sobre as propriedades de seu sangue, a mando da Rainha da Louisiana. A pobre da moça fica com o coração despedaçado, e ainda acaba a temporada numa viagem louca para a dimensão das fadas com sua "fada madrinha", com direito a descoberta de novos poderes, quase como raios, originados de suas mãos.

Quarta Temporada

Após passar trinta minutos na dimensão das fadas, o que foi equivalente a um ano no mundo real, Sookie retorna a Bon Temps e encontra tudo mudado. Jason, seu problemático irmão, havia se tornado policial, Tara virou lésbica, amigos se casaram... Mas uma coisa não havia mudado: o interesse amoroso (e sexual) de Bill e Eric pela protagonista.

Mas como se não bastassem todas as criaturas sobrenaturais apresentadas pela série, foi a vez das bruxas darem as caras. Ao tentar colher informações para Bill, que agora era Rei, Eric acabou perdendo a memória por meio de feitiços, e caindo de uma vez nos braços de Sookie. O vampiro, antes bruto, agora era um poço de carinho e compreensão. O romance dos dois quase fez com que Bill o condenasse a morte, por ciúmes. Com a falta de memória de Eric, é Pam, sua cria e braço direito, que se torna responsável por seus negócios no Fangtasia.

3 é par

O plano maldoso das bruxas não ficou só na desmemoriação de Eric. O objetivo maior era promover um assassinato em massa entre os vampiros, fazendo com que todos eles fossem enfeitiçados para sair ao sol. Para evitar a chacina, Bill teve a ideia de que eles deveriam ficar acorrentados em seus caixões para evitar que fossem atingidos pelos feitiços das bruxas. Lafayette, juntamente com seu namorado Jesus, ajudam na empreitada contra as bruxas, quando o cozinheiro descobre a veia médium que existe dentro dele.

É também nesta temporada que Tara é transformada em vampira por Pam, após levar um tiro de espingarda no lugar de Sookie, que foi atacada por motivos de ciúmes pela ex-namorada de Alcide.

Quinta Temporada

Apostando em mais uma leva de episódios cheia de diversidade, a quinta temporada abordou vampiros, fadas, lobisomens, metamorfos e o que mais apareceu pela frente. O surgimentos de autoridades máximas dos vampiros foi um ponto alto da temporada. Com direito a guerras internas entre os populistas (vampiros que não pretendem dizimar a população humana, alimentando-se dela) e o sanguinistas (guiados por Lilith, uma espécie de deusa mãe de todos os vampiros). As autoridades preparam uma emboscada que acaba mantendo Bill e Eric sob prisão.

Russell está de volta nessa temporada, e toca o terror ao pregar a utilização de todo e qualquer humano como fonte de sangue. O vampiro chega a matar uma das autoridades, juntando-se a Salomé, a da bíblia mesmo. Ela faz com que todos se convertam a Lilith, os induzindo a beber do sangue da divindade. Eric resiste bravamente e junto com Sookie tentam fazer com que Bill volte a sanidade, no entanto, o vampiro tem uma visão da deusa o chamando para a missão. O resultado foi Bill bebendo o sangue de Lilith como água e se tornando sua versão masculina (e trash), que logo foi chamada pelos fãs da série de "Bilith".

billith

Paralela a essa trama, no departamento das fadas, Sookie e Jason tentaram descobrir mais sobre a morte dos seus pais, os levando a um nome: o vampiro Warlow. Tudo ia bem até a moça descobrir que esse tal vampiro teria direitos sobre a primeira mulher da família a nascer fada, com uma espécie de acordo firmado com seus antepassados. E adivinha quem é a primeira nessas condições? Para dar ainda mais tempero, Russell (e o ex-reverendo Newlin, que agora também é vampiro), ainda com sua obsessão pelo sangue das fadas, aparece querendo se alimentar de todas. Eric o coloca em seu devido lugar, por sorte.

Também soubemos um pouco mais sobre a relação lobisomens x metamorfos, protagonizada por Sam e sua namorada Luna.

O que esperar da sexta temporada?

A quinta temporada deixou pontas soltas em praticamente tudo que abordou. A transformação de Bill em uma espécie de divindade (que ao que parece agora consegue andar à luz do sol) muda completamente os rumos da história, potencializando a guerra já existente entre humanos e vampiros, esta que deverá ser um dos maiores focos da temporada, talvez até o maior. Confira um dos vídeos promocionais:

Outro destaque deve ser a busca pelo vampiro Warlow, com mais revelações sobre o passado de Sookie e de seus ancestrais. Nos foi mostrado muito pouco sobre isso, deixando a criatura e suas atrocidades a cargo de nossa imaginação. Ainda sobre Sookie, seus novos poderes também devem ser melhor explorados, já que a fada descobriu que por ser apenas metade fada, eles possuem limites.

TB6_Poster_3.indd

A irmã de Eric também deve aparecer com maior frequência, já que a vampira é parceria garantida desde o início da temporada passada na luta contra os sanguinistas. Personagens secundários como Sam, Lafayette e Andy também devem manter sua cota de aparição. Minha torcida é que Jessica e Pam, que engatou um romance com Tara, tenham maior destaque, já que sempre que estão em cena garantem ótimos momentos. Alcide também volta, mas sinceramente...nem vejo futuro nessa trama dele, se é que haverá algo concreto dessa vez.

Assista ao trailer completo da sexta temporada:

E assim como aconteceu como Game of Thrones, a HBO Brasil exibirá True Blood simultaneamente com a transmissão dos EUA. Fique de olho!

Comente pelo Facebook

Comentários

Comente pelo Facebook

Comentários

2 comments

    • Alynne Carvalho 17 junho, 2013 at 20:22 Responder

      Eu, particularmente, sou mais fã da terceira. Mas sem dúvida a segunda tbm teve muita qualidade! Que True Blood retorne aos seus tempos áureos!

      Obrigada pela visita e pelo comentário, Jorge!

Deixe uma resposta