Minicast Mr. Robot S02E08

Mr-Robot-S01E08-cores

Em um episódio que pausa a trama do Elliot para dar o foco aos hackers da fsociety também chegou a hora de analisar a segunda temporada até agora. Será que Mr. Robot está fazendo jus ao hype do ano passado? Junte-se a Alexandre Luiz, Davi Garcia, Igor Frederico e Allan Veríssimo para comentar um panorama da temporada e dos problemas, e acertos, de Sam Esmail. Ouça já e comente abaixo: você concorda com as opiniões do podcast?

Links do Podcast

Links Cine Alerta

Assine nosso feed:

Contato:

Mandem seus e-mails para [email protected], ou comente no post logo abaixo!

Redação

Comente pelo Facebook

Comentários

0 comments

  1. Avatar
    César 30 agosto, 2016 at 15:05 Responder

    Ótimo cast como sempre! Eu sempre curto ouvir opiniões, idéias e percepções diferentes do episódio e o Mr. Robot proporciona muito bem isso (eita temporada divergente da gota).

    Eu estou curtindo mais essa segunda temporada sim KKKK! Não sem críticas, claro, há um exagero das firulas visuais do Esmail, a mão do diretor é pesada. Mas eu não acho que o elemento humano esteja em falta não, ao contrário, diferente da primeira temporada em que os personagens sempre estavam ligados na trama do Elliot, aqui os coadjuvantes tem uma autonomia maior e uma chance de destaque, visto mesmo esse último episódio. É justamente o passado dos personagens e suas ligações emocionais que eu tenho achado mais interessante (a relação do Elliot com o pai, se era amorosa mesmo ou havia um abuso emocional; com a irmã, que proporcionou a fagulha necessária para o despertar do Mr. Robot, etc).

    Sobre o episódio e esse furo que vocês destacaram: não acho que houve vacilo, eu acredito que estava tudo premeditado pela Darlene sim, desde quando eles se instalaram na Smart House, o discurso raivoso sobre a "Madame Executora" que ela dá na sacada lá no primeiro episódio, a forma como ela para pra olhar a fotografia da advogada, etc…Mas, dá pra argumentar que ela só queria um frente-a-frente com a Jacobs e não imaginaria que chegaria ao ponto de matá-la, como ela mesmo comenta. Não houve descuido nenhum, a Darlene que não cuidou do GPS, que não trocou as senhas da casa, que não vigiou as câmeras (sempre lembrando que cabia a ela, pois estava no papel de "sucessora")… tudo deliberadamente mesmo.

    Bom fazer um destaque sobre a linha temporal desse episódio, que se passa no mesmo tempo que o Elliot está desmascarando o Ray, durante o feriado da independência americana e tudo mais. No episódio anterior, tem uma hora que dá um salto de uma semana (as cicatrizes do Elliot somem e tal e o próprio personagem fala disso), a maior prova é a frustrada reunião da Angela com a Diretoria de Gestão de Riscos, quando eles se dão conta que a Susan Jacobs não viria e já teria mandado uma mensagem de sua ausência (a falsa mensagem da Darlene), pois ali ela já está morta!

    E sobre o chinês: a Darlene saberia sim ler em chinês, ou alguma coisa, pois tem um episódio da temporada passada que ela marca uma reunião com a Dark Army (a trenton vai com ela e tal), já o Cisco a gente já sabia que ele lê, tem até um episódio que ele fala em chinês.

    Acho que é isso meus dois centavos, valeu!

Deixe uma resposta