Minicast Watchmen S01E06

Em mais um episódio sensacional, Watchmen finalmente responde questões e entrega alguns dos seus melhores momentos da temporada, com uma passagem pelas memórias de um personagem importantíssimo tanto para a série de TV quanto para a HQ original.

Alexandre Luiz, Davi Garcia, Filipe Pereira e Gustavo Vieira discutem e tentam preencher algumas lacunas deixadas pela trama e pelos arquivos liberados no site oficial do seriado.. Então, aperta o play e vem participar deste papo!

Depois de ouvir, mande opiniões, críticas e sugestões pra gente! Elas são sempre bem-vindas! (Link para download do programa no final do post! Para evitar erros de download, ouça neste player aqui ou nos procure no Spotify!)

Links do Podcast

Redação

Comente pelo Facebook

Comentários

1 comment

  1. Avatar
    leo.corde 8 dezembro, 2019 at 12:21 Responder

    Olá, pessoal, como estão?
    Bem, sou um simples ouvinte de vocês e, apesar de acompanhá-los desde que voltou à tona a melhor das melhores séries de todos os tempos, a minha fantástica "Twin Peaks", que mora em meu coração, mesmo sem ter tido um final (e receio que a história irá se repetir novamente rsrsrs), apesar de aprender a apreciar muito o trabalho e o tom ponderador e crítico de vcs, nunca pude contribuir com vcs, e sempre fiquei muito tímido para tecer algum comentário, e espero que esse chegue até vcs!
    E apesar de ter essa semana maratonado todos os minicast sobre o "Watchmen", pois somente na última semana tive oportunidade de assistir, estava ouvindo esse do 6º episódio (estou agora acabando o do 7º), quando me deu um estalo e resolvi partilhar com vcs, mesmo porque sou muito simplista, sou péssimo em teorias, nunca acerto nenhuma, as reviravoltas sempre me tomam de surpresa e coisas mais complexas sempre me confundem (que o diga os quadrinhos do Morrison, que detesto pois acho muito referente e auto referente, e faz perder-nos nas altas viajadas na maionese e cheio de metalinguagem e tal eu acabo ficando entediado e com preguiça de ficar pesquisando em trocentos quadrinhos antigos, dicionários e páginas de internet para capturar e entender alguma coisa); dito tudo isso, demonstro como sou péssimo; mas conforme fui escutando esse 6º episódio uma ideia não me sai mais da cabeça:
    temos visto que a série, de forma geral, trás para os dias atuais toda a narrativa e complexidade crítica que Allan Moore já permeava essa obra, e tudo que estava lá, temos novas leituras, como um novo Comediante, ou repaginado Rorschach, etc… parece que estou relendo tudo de novo essa obra, apenas com um contexto levemente diferente; e estive pensando… e se a grandiosidade do final dos quadrinhos tbm está aparecendo por aqui pela série, aquele plano mirabolante do vilão que não é vilão, está sendo recriado aqui com o misterioso Relógio do Milênio ??? E se, assim como a lula gigante o foi para aquele contexto, daquela época de Guerra-Fria, com o perigo atômico, e se agora teremos o plano da Lady Trieu agora envolvendo o grande contexto da guerra que temos hoje, que é a guerra contra o preconceito, e se a Lady Trieu estiver criando um tipo de grande antena planetária para, assim como a lula conseguiu introduzir imagens mentais nos seres humanos, essa antena vai conseguir carregar na mente de todo ser humano do planeta, imagens de vítimas de preconceitos, pessoas que foram torturadas, humilhadas, perseguidas e quase mortas, assim como aconteceu com Angela Abar quando ingeriu aquelas cápsulas de memória do avô ??? E se o plano todo for esse, uma releitura da lula e sua explosão mental, só que desta vez incutir memórias alheias para introduzir empatia em todos os seres humanos??? fiquei pensando e faz todo sentido segundo a proposta da série !!!
    Bem, não podia ficar sem comentar; ouvindo vcs, de repente pensei nisso e não me sai mais da cabeça.
    Obrigado pessoal e continuem com esse ótimo trabalho.

Deixe uma resposta