Review: The Flash S01E21 - Grodd Lives!

Grodd LivesDesde que anunciada como parte da programação do CW, a série do Flash trouxe uma grande pergunta, feita pelos fãs mais antigos do velocista: "será que um dia poderemos ver o Gorila Grodd na TV?" Depois de comprovar grande competência com efeitos visuais, apesar do orçamento mirrado, os realizadores surpreenderam ao anunciar a presença do vilão já neste primeiro ano, levando à outra questão: "será que vai convencer?" O resultado chega, finalmente, não apenas para dar um respiro na trama central do Flash Reverso (apesar de constantes lembretes sobre quem é o antagonista real neste momento), mas para dar destaque a um dos principais inimigos do herói, com toda a qualidade possível em uma série televisiva.

Fazer o que foi possível, no entanto, não significa um Grodd mediano. Dentro das limitações técnicas impostas pelo pouco dinheiro, o personagem criado totalmente por CGI não faz feio, algo que não pode ser creditado apenas ao bom trabalho da equipe de pós-produção, mas também a criativas soluções do roteiro e da direção, que ajudam o espectador a não dispersar, mesmo quando a imagem gerada digitalmente parece um pouco inconsistente. O texto, escrito por Grainne GodfreeKai Yu Wu, faz questão de esconder o gorila da trama ao máximo, usando o General Eiling como veículo para uma série de roubos. Já a direção faz o mesmo quando o vilão entra de fato na narrativa, usando cortes rápidos e a pouca iluminação do cenário (a rede de esgotos de Central City) para revelar pouco de Grodd, diminuindo o número de cenas que o personagem digital aparece realmente por inteiro em toda sua glória. O que é ótimo, pois aumenta o suspense, tornando-o ainda mais ameaçador, fazendo a solução técnica se encaixar de forma orgânica no episódio, funcionando também como elemento de storytelling.

Mesmo com todo o destaque dado ao ilustre primata, The Flash não foge das subtramas que têm se desenvolvido ao longo das últimas semanas, a principal delas sendo a que envolve Iris. A personagem nunca foi bem aceita pelos fãs, mas depois deste episódio, qualquer tipo de reação hostil à sua presença na adaptação vai soar muito despropositada e ainda com toque de pura misoginia. A moça se mostra uma das personagens femininas mais interessantes desse universo da DC na TV, se impondo como nem mesmo Felicity conseguiu fazer em Arrow. A forma como expõe suas ideias servem até para comprovar que tanto Barry, quanto Joe, são inseguros e no fundo um tanto machistas por acreditarem que Iris precisava ser "protegida". A mentira, ou omissão, quanto a identidade do Flash, só serviu para colocar a garota em mais problemas, como ela mesmo discursa de forma eloquente.  Se ambos tivessem confiado um pouco mais na força e na capacidade de Iris, muitas situações poderiam ter sido evitadas. Além de tudo, a jovem ainda tem tempo para se mostrar uma boa adição ao Time Flash (algo que deve ser melhor trabalhado apenas na segunda temporada).

Embora aparecendo pouco, Tom Cavanagh não deixa de impor sua onipresença em cenas curtas que constroem um pouco de seu plano para o final. O ator abraça de vez a vilania e se solta ao máximo, se divertindo com a situação, mas sem perder o ponto de identificação criado com o espectador ao longo desses 21 episódios. Seus diálogos com Eddie também servem para criar alguns conflitos internos no jovem detetive, que parece fadado ao fracasso aos olhos de seu descendente do futuro.

Grodd Lives

Em mais um bom episódio, The Flash aproveita para agradar aos fãs com um vilão clássico que, embora não retratado da forma inteligente como aparece nas HQs, deixa pistas de que pode chegar a uma versão mais próxima de sua contraparte da mídia de papel, já que sua evolução parece estar ocorrendo de forma gradual. Ao mesmo tempo, deixa o espectador dar uma respirada antes dos momentos finais da temporada, mas sem jamais deixar de lado os conflitos principais, já que credita Grodd como "parceiro" de Wells. Bem dirigido, com um texto bem lapidado e eficiente tecnicamente, Grodd Lives! já figura entre os exemplares mais interessantes da temporada, fazendo o season finale se tornar ainda mais esperado.

ReproduzirReproduzir
Alexandre Luiz

Comente pelo Facebook

Comentários

Comente pelo Facebook

Comentários

Deixe uma resposta