Alerta de Spoiler #21 - Godzilla

O esperado Godzilla chegou aos cinemas na última semana, e dividiu opiniões de público e crítica.

Quer saber o que a gente achou? Aperte play e venha comentar com Tiago Lamonica, Alexandre Luiz, Warley Bonanno e Davi Garcia sobre o longa.

Links do Podcast

Assine nosso feed:

Contato:

Mandem seus e-mails para [email protected], ou comente no post logo abaixo!

Redação

Comente pelo Facebook

Comentários

Comente pelo Facebook

Comentários

4 comments

  1. Rubens da Cunha 21 maio, 2014 at 20:58 Responder

    Mais um podcast com a competência de sempre. Eu entrei para lista dos detratores do filme, não pelos aspectos técnicos, mas pela falta de coragem em levantar, de forma mais direta, certas questões polêmicas como o uso da energia nuclear; em apostar nos mesmos clichês de sempre: herói bonito parte em jornada pra salvar a família, enquanto vai ajudando pessoas pelo caminho; em desperdiçar a Juliete Binoche e o Bryan Cranston; Em não dar nenhuma importância ao cientista, deixando-o, como vocês disseram, apenas como um instrutor dos sempre salvadores militares. Enfim, faltou, a meu ver, coragem de dar um subtexto mais crítico ao filme, por mais que o Alexandre Luiz tenha visto a questão da insignificância humana, pra mim foi muito pouco.

    ps. Por um Godzilla nas mãos de um Neill Blomkamp ou de um Alfonso Cuarón 🙂

  2. Alexandre Luiz 22 maio, 2014 at 18:19 Responder

    Alfonso Cuarón seria uma escolha perfeita! Quanto ao comentário da energia nuclear, o filme até faz, mas deixa bem subentendido, algo que o Blomkamp, por exemplo, jamais conseguiria fazer, como ficou bem claro em Elysium, cujo comentário social, que deveria ser relevante, é além do limite do óbvio. Pra mim basta a ideia de que os MUTOs foram atraídos pela superfície justamente por conta do avanço do Homem quanto ao uso da energia nuclear.

    Valeu pelo comentário, Rubens! Grande abraço.

  3. Rubens da Cunha 22 maio, 2014 at 20:29 Responder

    Alexandre, bom, quando eu falei no Blomkamp só me veio na lembrança aquele Blomkamp moleque, de raiz, Blomkamp da várzea sul-africana de Distrito 9 :),

    Apesar de Elysium, ainda deposito alguma esperança nele. Acho que com ele é só aquela coisa de "deixa o homem trabalhar". Vamos ver o próximo.

    Mas vamos falar de coisa boa, vamos falar de GOT, no aguardo do podcast de amanhã 🙂

Deixe uma resposta