Minicast Star Trek: Discovery - S01E15

Star Trek: Discovery finalmente chegou ao final da temporada. E, nesta apressada resolução, entregou coisas boas, mesmo que em meio a tropeços, quem vão desde diálogos ruins a soluções óbvias e fáceis. Mas, seja pelo fanservice no final ou pela mensagem que tenta imprimir no discurso da protagonista, o spinoff de Jornada nas Estrelas deixa pontas para uma promissora segunda temporada. Até que ponto devemos manter a esperança?

Alexandre Luiz e Davi Garcia se despedem deste primeiro ano de Discovery e deixam suas impressões sobre o que a série teve de melhor e sobre o que precisa investir e melhorar no futuro. E, não se esqueça: concorda? Não concorda? Comente sobre o episódio abaixo 😉 (Link para download do podcast no fim do post)

Redação

Comente pelo Facebook

Comentários

Comente pelo Facebook

Comentários

1 comment

  1. Bucco 23 abril, 2018 at 07:11 Responder

    A Federação estava desesperada e pela primeira vez abertamente (ao telespectador) fez algumas grandes merdas. É uma ótima mudança em Star Trek, A maior herança de Gene não é o otimismo antidistópico em que quase todo episódio acaba bem e as pessoas não se desentendem por muito tempo. A verdadeira herança é a discussão ampla dos dilemas e não um atropelo-só-ação e mais nada.

    Essa Federação problemática é ótima, principalmente nesses tempos em que estamos decepcionados com a ONU em relação a sua incapacidade de evitar guerras.

Deixe uma resposta