Review: Krypton S01E09 – Hope

O caos reina!

Após as mortes trágicas do episódio anterior, muitos dos personagens remanescentes estão num misto de desesperança e desespero. Enquanto isso, Kandor vive um caos total, principalmente, após o desaparecimento da Voz de Rao que, agora como sentinela de Brainiac, está sendo perseguido por Seg e cia.

Em meio a tudo isso, Daron se encontra aprisionado em poder do Black Zero, organização atualmente comandada por uma velha conhecida sua. Inclusive, mesmo depois de tanto tempo, Daron guarda um segredo que pode ser capaz, inclusive, de derrotar Brainiac.

E, ainda temos tempo de acompanhar uma tentativa frustrada de Zod e Lyta para ajudarem a combater Brainiac da pior maneira possível: com algo que seja tão poderoso quanto ele.

No fim, Black Zero e a tropa dos Sagitari precisam unir forças para enfrentarem a Voz de Rao, o que irá gerar desconfianças e conflitos.

Como já é típico de Krypton, este episódio possui uma dinâmica incrível, não parando um minuto sequer. São vários núcleos sendo intercalados, sendo que os melhores deles incluem Seg e Nyssa, e quando Daron se encontra em seu cativeiro.

Os únicos momentos um tanto constrangedores aqui são uma disputa entre Zod e Jayna, e quando Seg e Nyssa se beijam enquanto um perigo iminente os espreita. São instantes um pouco forçados e clichês, mas, que não chegam a comprometer o resultado.

Roteiro e direção continuam muito bem dosados, com revelações sendo feitas na hora certa, atiçando a nossa curiosidade para o que vem a seguir.

Bom dizer que o protagonista Seg está conseguindo um ótimo desenvolvimento ao longo dessa primeira temporada. Começando um pouco tímido, às vezes, um pouco apático, chegamos aqui, e reconhecemos nele a faceta de um herói que está quase “pronto”.

E, quando a última cena deste episódio é exibida, agora sim, vemos que estamos próximos de um belo clímax, que promete fechar essa temporada com chave de ouro. Guardadas as devidas proporções para uma série de TV até modesta, resta torcer para que seja épico.

Aguardemos.

Erick Silva

Comente pelo Facebook

Comentários

Comente pelo Facebook

Comentários

Deixe uma resposta