Alerta Dicas #28

joseguilherme

silicon-valley-posterSilicon Valley: Não sou muito fã de séries de comédia, mas confesso que quando anunciam uma sitcom da HBO eu já ligo o meu alerta. O humor presente nas produções do canal para o gênero, geralmente é inspirado e rende pérolas contemporâneas que mesmo não caindo no gosto do público, conseguem se sustentar graças a sua qualidade inegável. Logo, não é de surpreender que Silicon Valley siga a risca a cartilha do sucesso carimbada pelo canal.

A série conta a história de seis jovens programadores que tentam se tornar milionários no Vale do Silício, a partir do momento que um deles desenvolve um novo aplicativo capaz de revolucionar a compressão de dados eletrônicos. Apostando em gags com jargões da área e muitas referências POP, é fácil simpatizar com as bizarrices dos protagonistas que em nenhum momento soam forçadas contribuindo muito para o tom da história.

Por exemplo, o ator Thomas Middleditch que dá vida ao tímido Richard guarda muitas semelhanças com Jesse Eisenberg em A Rede Social e é bem difícil não se perguntar se o cara é realmente daquele jeito na vida real. Ah! E por falar no celebrado (e sensacional) filme de David Fincher, Silicon Valley bebe muito da fonte de humor do longa. Então se prepare para piadas em diálogos rápidos recheados de inspiradas referências às situações vistas ao longo da temporada. A pedida certa para quem gosta de humor inteligente, ácido e mais real do que baboseiras da CBS e companhia.

alexandre

Snowpiercer - O Expresso do Amanhã: O longa dirigido pelo sul-coreano Bong Joon-ho, adapta uma HQ francesa de ficção científica e é repleto de simbolismos, temas relevantes e uma grande competênciaSNOWPIERCER cinematográfica. A trama se passa a bordo de um trem que percorre o mundo sem parar, já que a Terra se tornou um lugar inabitável. Tudo que restou da humanidade está a bordo do tal expresso, que se torna um mundo em si mesmo, com o maior problema sendo a enorme desigualdade entre as divisões sociais. A direção de estilo oriental, econômica nos momentos mais intimistas e frenética nas cenas de ação, sem nunca deixar o espectador confuso, mesmo quando a câmera é mais agitada, confere ao filme uma estética pouco convencional em sci-fis hollywoodianas. Apesar de abandonar algumas subtramas pelo caminho, o foco principal nos temas filosóficos e sociológicos faz de Snowpiercer uma fita necessária, já que discute os dois lados de uma revolução e os sacrifícios feitos pelo caminho, seja de pessoas, de ideologias ou da verdade (há uma cena envolvendo a descoberta da origem da comida que é essencial para a percepção deste último item, inclusive). Além da direção firme, o destaque fica por conta de Chris Evans, em interpretação certeira, muito diferente do que é visto em Capitão América, provando que o ator não é só mais um galã.

igor

gildaGilda: Dirigido por Charles Vidor, o poderoso noir de 1946 traz não só a representação mais popular de uma Femme Fatale, mas também uma visão obscura e a frente de seu tempo de uma realidade que hoje pode parecer comum, mas em meados do pós guerra deve ter chocado muitos espectadores. Acompanhamos Johnny Farrel (Glen Ford) americano que chegara à Argentina e vive de trapaças em jogos de dados nas ruas, após ser descoberto por um dono de Cassino, Farrel acaba tendo sua vida transformada, de trapaceiro das ruas à gerente bem sucedido.  Mas quando a sensual Gilda (Rita Hayworth) aparece noiva do dono do cassino, tanto sua vida como a da moça têm uma reviravolta catastrófica crescente. O poder da obra está na representação de liberdade da femme fatale, que traz consigo todo uma prisão interior que mais a frente na metragem do longa acaba se tornando também uma prisão exterior e física. Em determinados momentos, os personagens parecem ter saído de uma obra de Fritz Lang, onde quando envoltos em sombras não só perigo é emanado por suas silhuetas como podridão de caráter.  Sem mencionar o pano de fundo envolvendo nazistas refugiados na Argentina e os momentos finais que são uma tortura direto na carne. Obrigatório pro fã de Noir ou pra quem apenas gosta de assistir obras primas.  O filme pode ser encontrado aqui em DVD e aqui em Blu-ray.

Redação

Comente pelo Facebook

Comentários

Comente pelo Facebook

Comentários

Deixe uma resposta