Especial Batman - Aquecimento O Cavaleiro das Trevas Ressurge: A trilha sonora

Nos dois primeiros filmes da “Trilogia do Cavaleiro das Trevas” Hans Zimmer e James Newton Howard fizeram um excelente trabalho na trilha sonora, especialmente no segundo longa, com a criação do tema do Coringa. Essa faixa inclusive, fez os fãs da franquia passarem um bom tempo imaginando como seria o “tema do Bane” ou da Mulher-Gato e se teriam a mesma força que a perturbadora música que anunciava a chegada do Palhaço do Crime em O Cavaleiro das Trevas. Para o terceiro filme, apenas Zimmer volta a assinar as partituras e não se pode dizer que o compositor não tenha feito um trabalho à altura.

Logo na segunda faixa, On Thin Ice, o ouvinte é apresentado a um tema imersivo que muito lembra o trabalho de Zimmer em A Origem, outra parceria com Christopher Nolan, que por sua vez fazia algumas referências sonoras à Blade Runner. Gotham’s Reckoning surge logo em seguida oferecendo uma faixa de suspense ameaçadora, que se colocada em momentos de apreensão em O Cavaleiro das Trevas Ressurge, fará o espectador roer todas as unhas. Este é o mais próximo de um tema para o vilão Bane, com o famoso coro tribal que já havia aparecido no primeiro teaser do filme, lançado há um ano.

Mind IF I Cut In é uma das músicas mais diferentes do álbum, destinada à Mulher-Gato, e que transmite sensualidade, perigo e uma certa fragilidade, além de sair do “convencional” de Zimmer, que aposta em violinos e piano pra dar a atmosfera correta à personagem interpretada por Anne Hathaway.

O que vem a seguir são os momentos mais comuns, com dicas do tema do Batman aqui e ali e faixas de tons que variam entre o suspense e a ação, alternando entre acordes familiares à quem acompanha o trabalho na trilha dos filmes anteriores com as novidades apresentadas nas primeiras 4 músicas.

Destaque para The Fire Rises e Imagine The Fire, que usam percussão e orquestra pra estabelecer o que devem ser os momentos mais tensos e movimentados (principalmente a segunda) do novo longa.

Em Why Do We Fall, título que referencia um diálogo de Batman Begins, os fãs tem o mais próximo que a trilogia entrega de um tema específico para o Homem Morcego. O compositor alemão se sai muito bem nesta faixa, conseguindo ser melancólico e heróico ao mesmo tempo.

Se nas trilhas anteriores, Newton Howard ficava à cargo das partituras que evocavam mais emoção, agora este trabalho também ficou nas costas de Hans Zimmer, que prova conseguir equilibrar a ação com o drama, o que fica evidente na faixa, exclusiva da versão da trilha para Itunes, The End. Imersiva e carregada de melancolia, é acompanhada de uma batida cuja cadência lembra o ritmo de um coração. É o tipo de coisa que Zimmer faz quando está em bons momentos criativos como quando compôs a trilha de A Origem a partir de uma canção de Edith Piaf reproduzida em baixa velocidade.

Das três partes, a trilha de O Cavaleiro das Trevas ainda é a que mais se destaca, mas a do novo longa não desaponta e faz jus às composições anteriores, fechando com muita competência um trabalho que começou fazendo os fãs reclamarem pela falta de algo marcante como a trilha de Danny Elfman para o Batman do Tim Burton, mas que surpreendeu e conquistou o público no segundo filme, quando mostrou que tinha a força pra se tornar mais que uma música de acompanhamento de cenas e se transformou na alma daquela produção.

Lista de faixas:

  • 1. A Storm Is Coming
  • 2. On Thin Ice
  • 3. Gotham's Reckoning
  • 4. Mind If I Cut In?
  • 5. Underground Army
  • 6. Born In Darkness
  • 7. The Fire Rises
  • 8. Nothing Out There
  • 9. Despair
  • 10. Fear Will Find You
  • 11. Why Do We Fall?
  • 12. Death By Exile
  • 13. Imagine The Fire
  • 14. Necessary Evil
  • 15. Rise
  • 16. Bombers over Ibiza (Exclusiva no Itunes)
  • 17. The Shadows Betray You (Exclusiva no Itunes)
  • 18. The End (Exclusiva no Itunes)

Alexandre Luiz

Comente pelo Facebook

Comentários

Comente pelo Facebook

Comentários

Deixe uma resposta