Minicast Game of Thrones S05E05

No quinto minicast comentamos mais um pouco sobre o que está funcionando tão bem nessa temporada de Game of Thrones! quem diria que um episódio sem o núcleo de Porto Real pudesse ser tão bom, hein?

Aperte play e venha comentar com Alexandre Luiz, Warley Bonanno e Davi Garcia.

Links do Podcast

Links Cine Alerta

Assine nosso feed:

Contato:

Mandem seus e-mails para alertavermelho@cinealerta.com.br, ou comente no post logo abaixo!

Redação

Comente pelo Facebook

Comentários

Comente pelo Facebook

Comentários

7 comments

  1. Avatar
    Allan Veríssimo 15 maio, 2015 at 00:48 Responder

    Parabéns pelo minicast. Eu achei esse "Kill the Boy" o melhor episódio da quinta temporada, disparado. E eu confesso que não consigo entender porque tantas pessoas estão falando que essa é a "pior temporada" até agora. Nem mesmo as críticas de que a temporada está "lenta" se justificam: esse pessoal só começou a assistir a série agora? E convenhamos, no quesito ritmo, a quinta temporada está dando uma surra na segunda e na terceira.

    Feito esse desabafo…

    – Eu posso dizer que estou admirando a evolução dos personagens. A série tem feito um trabalho eficiente ao retratar as semelhanças e diferenças, os acertos e os erros dos governos da Daenerys, do Jon e da Cersei.

    – Chega ser difícil de acreditar que um episódio tão bom tenha sido aquele no qual Porto Real e Arya não aparecem e que ainda por cima é focado em núcleos e personagens que até um tempo atrás estavam longe de ser os favoritos dos fãs: Muralha, Stannis, Sansa, Theon e os Boltons.

    – A minha sequência favorita do episódio foi a do Tyrion com o Jorah, na qual eles fizeram um bom trabalho de adaptação. Como o Davi citou, nos livros quem é contaminado com a escamagris ao salvar o Tyrion é Jon Connigton, um aliado do Varys que está ajudando-o a chegar em Meereen. Os roteiristas devem ter achado que nos importaríamos bem mais se o infectado fosse o Jorah, que conhecemos desde o primeiro episódio, do que um personagem que acaba de ser introduzido na trama e que foi cortado da série.

  2. Avatar
    Jorge 15 maio, 2015 at 01:53 Responder

    Grande minicast, como sempre. Pra mim esse foi o melhor episódio da temporada e conseguiu se segurar mesmo sem ter o núcleo de Porto Real. Bem, sobre a história do Inverno.

    Como vocês já devem imaginar o Inverno longo que dura anos tem haver com os White Walkers. O deus dos White Walkers é conhecido como Grande Outro, sendo conhecido como um deus maléfico da escuridão e do frio que é rival de R'hllor, o Senhor da Luz que é deus da Chama e da Sombra de Melisandre. O Senhor da Luz muitos pensam que é um deus maléfico, mas ele não é, ele é justamente o contrário. É nessa religião que irá aparecer Azor Ahai (uma espécie de Messias) que foi o principal herói na derrota dos White Walkers há 8 mil anos, no qual a Melisandre pensa que esse herói renascido é o Stannis. O principal Inverno se chamou a Longa Noite que aconteceu há 8 mil anos como mencionado anteriormente, foi a última vez que os White Walkers apareceram, onde o Inverno durou uma geração e devastou boa parte do mundo através da fome e do terror. Nessa época foi criada a Muralha que nela tem feitiços contra os White Walkers. Vocês devem tá se perguntando como os White Walkers foram repelidos para o Norte da Muralha? Foi justamente com Vidro de Dragão ou Obsidiana que foi mencionado muitas vezes na série. O Inverno que tanto falam na série vai ser a nova Longa Noite, pois os White Walkers voltaram depois de muito tempo.
    A neve não é novidade no Norte, pois lá neva até no Verão em alguns meses do ano. Quanto os outros seis reinos de Westeros só neva por lá quando chega o Inverno. Para situar vocês que não leem os livros a estação em que a série se encontra nesse momento é o Outono, que nessa época no Norte neva muito, diferentemente do que vemos na série que sim tem neve, mas não nas proporções descritas nos livros. O primeiro indício de neve fora do Norte aconteceu no Vale quando a Sansa construiu o castelo de Winterfell com neve, lembram? A neve chegou lá primeiro por conta da altitude que quanto mais alto, mais frio
    SPOILER ALERT!
    Nos livros o caminho de Stannis para Winterfell está nevando tanto que alguns nortenhos que estão em seu exército riem de seus soldados sulistas dizendo que isso não é nada, pois isso é neve de Outono e que o Inverno é muio pior. Lembram das Visões de Lobo de Bran? Nos livros todos os irmãos Starks são Wargs e no meio do livro 5 em Braavos a Arya tem uma visão com a Nymeria, sua loba, que está nas Terras do Rio (Região central de Westeros, local onde Robb morreu e onde Arya ficou a maior parte do tempo com suas andanças), lá pelos olhos de sua loba ela ver que já está nevando. E a pergunta que não quer calar, já chegou o Inverno nos livros? A resposta é sim. O Inverno chegou no final do livro 5 e para vocês terem uma ideia no último capítulo está nevando MUITO em Porto Real, só não sei se na série isso vai ser mostrado já nessa temporada, considerando que na sexta temporada vai ser essencialmente o livro 6 que ainda nem foi lançado e se chama Os Vento do Inverno.

    Um abraço a todos e até a semana que vem…

  3. Avatar
    Jean Alves 15 maio, 2015 at 12:46 Responder

    Temporada elogiadíssima por uns e milhares de fãs revoltados com as mudanças… Não sei se a quinta temporada é a melhor da série, mas já é a mais polêmica.

    Devo confessar que senti uma pequena falta de ritmo nas cenas do episódio 5, embora nada muito prejudicial a maior qualidade desse novo ano… A COERÊNCIA. Todos os núcleos são consistentes e interessantes. Fora o fato de conversarem entre si de forma fluida e orgânica, o que gera discussões profundas com diferentes pontos de vista.

    Porque afinal tantas pessoas chamam a Daenarys de burra enquanto suas ações se refletem no Jon Snow, no Stannis e até mesmo em Cersei? Deve-se governar pelo povo sem levar em conta suas próprias vontades? A cultura de um lugar é mais importante que o nosso senso de justiça pessoal e construida pela nossa forma de pensar? O que é certo afinal, sabendo-se o quão drástica são as diferenças culturais de cada um?

    Temporada excelente, cast excelente, discussão excelente… Não troco isso por boas cenas de ação e mortes sádicas nem por um dragão!

  4. Avatar
    Vinicius Ferreira Barboza 18 maio, 2015 at 11:33 Responder

    Esse episodio me fez relembrar a leitura de Dança dos Dragões por deixar de fora Porto Real, Dorne e Braavos a principio. Cada passo que a Sansa da eu fico com mais medo do que pode acontecer com ela, quem vai conseguir acender essa vela quando ela estiver em perigo? O espelho das cenas do episodio como a da Brienne e da Myranda na janela, perigosas nua ou com armadura. As decisões de Daniela e João tentando reinas ou comandar pensando num outro nível que não sua propria existencia. Gostaria que Dani nunca chegasse a Westeros, eu queria que ela aprendece com as decisões dela e gostaria de um amadurecimento politico nela sustentando novas formas de governo que não o casamenteiro. Qual a media de casamentos por temporada? Qual deles não acabou em sangue?
    A serie ta empolgante demais.

Deixe uma resposta