Minicast Sons of Anarchy S07E09

E tivemos o primeiro BOOM na cara, aquele momento que todos os fans da série ficaram de Luto. Sons of Anarchy está a poucos episódios do fim, e as conseqüências de todas as ações de SAMCRO começam a explodir, e agora não tem volta mais.

Sem muitas delongas, aperte play e vem discutir e comentar com Tiago LamonicaAlexandre Luiz, Davi Garcia e Warley Bonanno sobre o episódio.

Links do Podcast

Links Cine Alerta

Assine nosso feed:

Contato:

Mandem seus e-mails para [email protected], ou comente no post logo abaixo!

Tiago Batista

Comente pelo Facebook

Comentários

Comente pelo Facebook

Comentários

7 comments

  1. Avatar
    Rafael Mattos 10 novembro, 2014 at 07:37 Responder

    Olá, amigos do Cine Alerta. Primeiramente, vou ser clichê e agradecer vocês pelos podcasts, textos e whatever que vocês fazem. Vocês formam um dos poucos sites que mantém uma qualidade crítica parecida, sem exageros ou contradições, e ainda assim, conseguindo ser carismáticos e bem humorados. E foi por causa disso, por recomendações de vocês, que comecei SoA. Então vamos a minha opinião…

    Diferente de vocês, eu não ando tão animado com essa temporada. Primeiro que existem pequenos aspectos que me incomodam (Duração do episódio, cenas repetitivas, o abuso das montagens, cliffhangers que não dão em nada, etc), mas acho que é melhor eu ir direto ao que importa:

    Vocês lembram quando Bobby e Chibs (Principalmente Bobby) sempre impediam o Jax quando ele ia longe demais? Bobby foi o tipo de cara que impediu Jax de matar Clay e "saiu do clube" quando não concordava com as ações de seu presidente, ao passo que Chibs tentou colocar senso em sua cabeça depois que virou vice (Como na sexta temporada, onde o Jax quase acabou a relação deles com os Bastards). E isso é ótimo, mostrando que o presidente precisa, acima de tudo, pensar no que é melhor para o clube. Entretanto, nessa temporada, parece que o roteiro simplesmente esqueceu disso. Tara foi morta e retaliação é necessária, é claro, entretanto, uma retaliação não pode ser maior do que o bem estar do clube. Jax transformou SAMCRO em sua entourage de vingança pessoal e os membros simplesmente embarcaram naquilo, arriscando suas vidas. Claro, Bobby e Chibs se mostraram receosos em algumas cenas, mas comparado com a posição que eles mantinham temporadas atrás, foi muito fraco. Eu duvido que o Bobby deixaria Jax levar o clube tão longe e sofrer tanto efeito colateral como foi agora. É aquele negócio do roteiro diminuir a participação de certos personagens para que alguns plots possam ser desenvolvidos. E isso vem me incomodando desde a premiere.

    Outra coisa que eu acho que essa temporada vem se perdendo é na ideologia. A ideologia de JT que sempre esteve presente em outras temporadas. Até na terceira, considerada a mais fraca, aquilo ainda estava lá, resultando naquela belíssima cena onde o Jax vê Abel junto com aquele casal. E quando Clay estava vivo, ele fazia o contraponto com o Jax que sempre quis sair das armas. Sim, essa temporada está diferente porque Jax está se tornando um tipo de vilão por perder as duas pessoas que mantinham sua moral, mas ainda assim, isso não é jeito de largar tal assunto. O único momento dessa temporada que a ideologia se mostrou mais forte é naquela conversa que ele teve com o Jury antes de matá-lo. Aquilo, pra mim foi um dos pontos mais altos da sétima, mas infelizmente, Jax tinha que tê-lo matado e tudo se esvaeceu rapidamente e voltamos apenas para as intrigas de clubes.

    Não sei se vocês vão concordar comigo e também foi mal pelo comentário grande. Eu sempre quis comentar nos outros minicasts e ficava enrolando, então acabei acumulando alguns pensamentos e tive que mandar tudo de uma vez agora.

    Enfim, continuem com o bom trabalho =D

    • Avatar
      Patrick Simoes Dias 10 novembro, 2014 at 16:34 Responder

      Cara, sensacional seu comentário. de verdade. porque sintetiza muito bem tudo que eu acredito que o Sutter quer que a gente sinta de contradição nessa temporada. Como eu já comentei em outros minicasts aqui, pode ter certeza que ele não subestima nossa inteligência, e essas pontas soltas, ou contradições ou principalmente nessa questão do aval e do bom senso do Chibs e do Bobby não foi deixada de lado. Dá pra perceber que tem algo a mais rolando por trás e que vai se fechar nos arcos mais urgentes e finais (posso estar queimando a língua, mas mesmo assim prefiro apostar por essa ótica. fica tudo mais interessante e emocionante, rs). Também acho que teve alguns cliffhangers desnecessários, algumas partes fracas e algumas montagens repetitivas, mas que pra mim não diminui em nada a experiência de imersão quando estou assistindo. Não sei se é o seu caso, mas um comportamento interessante que ando percebendo é que muita gente que acabou assistindo Sons em modo maratona (e matou, muitas vezes, todas as temporadas em menos de um mês até, rs) está um pouco desanimado mesmo, por às vezes ser a primeira temporada que tem que esperar um episódio por semana e aí é natural mesmo isso. Quem assiste já há um bom tempo e/ou que não foi tomado pelo hype e/ou pela enorme ansiedade e expectativa da última season finale tá, no geral, tendo boas impressões e sabendo esperar pra ver onde o Sutter quer chegar. Porque todas as outras temporadas foram assim. todas foram angustiantes e em todas vi muita gente incomodada, mas que no final foi surpreendida demais. Acho que tá claro e é sabido que o Sutter sofre da síndrome de Keyser Söze mesmo e isso pode até incomodar um pouco, mas acho que também faz parte dele ser cruel, imprevisível, sádico e sarcástico pra ser odiado propositalmente a até o último minuto. De qualquer maneira é legal saber que, no mínimo, ele está conseguindo conquistar o objetivo de ser altamente odiado pela internet (não que seja seu caso, pelo contrário, seu comentário foi mto ponderado e sensato tb, mas a internet tá um rage enorme), rsrsrs
      De qualquer maneira valeu pela compreensão e desculpa por qualquer coisa aí! 🙂

      E claro, novamente um forte abraço a todo pessoal do Podcast!

  2. Avatar
    Mariana Lima 11 novembro, 2014 at 11:43 Responder

    Mais um ótimo minicast! Me divirto muito com vcs, obrigada por tornar o transito de São Paulo mais divertido. Sempre escuto vocês no carro o que faz com o tempo no transito passe rapidinho. Valeu mesmo!

    Agora com relação ao minicast, sobre o que vocês falaram do Jax proteger aqueles dois, eu não vejo como uma tentativa de mostrar o lado bom do Jax, mas sim uma arrogância enorme do personagem, que nesta temporada está subestimando a inteligência de todos achando que no final, dará um jeito de sair por cima. O Jax se recusa a admitir que se deu mal nessa jogada com o August Marx e que nem sempre ele pode prever todos os movimentos do jogo. O discurso de que quer cumprir a sua promessa é só uma fala bonita pra convencer ele mesmo que ele ainda não é aquilo que seu pai sempre menosprezou. Por isso ele ficou tão louco quando o cara do clube que ele matou (esqueci o nome), apontou isso pra ele.

    Queria terminar com uma observação sobre o site. É tão bom ter um site onde posso escrever minha opinião sem ter que ficar me desculpando por discordar ou reforçar que é apenas a minha opinião e não a verdade universal sem ser apedrejada por isso. Por causa dessas coisas quase não comento nos outros sites e demorei para começar a comentar por aqui. Obrigada pelo ótimo trabalho! Bjs

  3. Avatar
    Gustavo Sampaio 11 novembro, 2014 at 14:48 Responder

    Ótimo cast! Assim como a Mariana Lima, meu dia-a-dia no trânsito também fica mais divertido com os minicasts (só que, diferente dela, o trânsito que me refiro é o de pessoas dentro do metrô em horário de pico).

    Com relação ao episódio, assim como o Chibs, eu também estava com uma sensação de "I don't like this Jackie". Mas ainda assim a morte me chocou, e esse evento me fez cair a ficha de que Sons está de fato acabando =/

    Mas queria falar nesse comentário sobre a teoria do Davi de que o traidor do clube é o Rat! Independente de concordar ou não com isso, o ponto é que o comentário reforçou o motivo pelo qual sempre li e ouvi críticas de séries, filmes, etc: a oportunidade de pensar fora da caixa e ouvir opiniões e teorias que jamais poderia ter imaginado, como essa. Isso me faz lembrar de forma saudosa o finado "Dude, we are Lost", onde o Davi e a Juliana também tinham umas sacadas muito legais que davam um nó na cabeça dos fãs naquela época!

    Então é isso. Alexandre, Davi, Warley e Tiago, continuem acreditando no trabalho que vocês fazem porque, sem dúvidas, é um excelente complemento para a já maravilhosa experiência de acompanhar o mundo das séries. Abraço!

  4. Avatar
    Ana Paula 13 novembro, 2014 at 15:15 Responder

    Ótimo cast!!! Aquele episódio de uma hora que você precisa de uma semana para digerir. Só queria agradecer pelo cast e pelo trabalho desses meses. Pelo que eu acompanho na internet, o cine alerta é o que mais se dedica a falar dessa séria que é tão esquecida pelo o público e a crítica, mas não por vocês. Mesmo com o fim da série vou continuar acompanhado o site. Por favor, SEM minicast de The Walking Dead.
    Qual é o problema de Kurt Sutter com bundas? Teorias Warley? Abraços!

  5. Avatar
    Douglas Couto 13 novembro, 2014 at 21:59 Responder

    Fala galera do Cine Alerta, voltei a comentar aqui porque só agora consegui alcançar as pessoas com a maratona de SoA, já acompanho vcs desde os minicasts de Homeland e só tirei Sons da geladeira porque ia ter minicast dela.

    Uma coisa que eu tenho notado junto com uns 4 amigos que também pegaram pra maratonar, é que a morte do Bobby pareceu que só foi sentida pelas pessoas que já acompanham a série desde o inicio. Eu achei muito mal executada aquela cena, o ângulo na hora do tiro foi ruim, podiam ter dado uns 2 seg de slow na hora que ele vai caindo, não deram um foco no rosto do Jax pra mostrar mais o sofrimento, não teve nenhum som ao fundo, sem falar que nem teve um funeral digno. E eles ainda tem o azar de eu ter assistido o episódio 6 de Homeland antes deles que fez uma cena bem parecida só que conseguiram entregar uma carga dramática maior com um personagem que foi apresentado na própria temporada e com o Bobby que já tá aí desde o inicio eu achei que eles perderam a chance. A cena da entrega do olho no episódio passado foi muito mais bem feita que o da própria morte.

    De resto vocês continuam com um ótimo trabalho, estando entre os 5 sites que eu entro com frequência pra ver se tem novidades.

Deixe uma resposta