Alerta Dicas #04

Olá, amigos! Mais uma vez reunimos ótimas dicas da nossa equipe! Que tal separar um tempinho e escolher alguma pra você conferir? Ou todas, vai que você está com bastante tempo disponível.

 alexandre

o estranhoO Estranho: Antes dos premiados Erin Brockovich e Traffic, Steven Soderbergh já era bem conhecido em Hollywood. Com outros longas famosos na bagagem, o cineasta também carrega uma lista de filmes menos badalados, mas nem por isso de menor qualidade. Muito pelo contrário. É o caso deste O Estranho que, apesar de ter sido produzido em 1999, estreou no Brasil em 2001, justamente porque o nome do diretor estava em alta na época. O longa mostra um velho ladrão inglês, interpretado por Terence Stamp, viajando para Los Angeles a fim de investigar a morte de sua filha. Carregado de culpa por ter passado boa parte de sua vida numa prisão, ao invés de criar a garota devidamente, o personagem está disposto a vingar um assassinato que ele não sabe se, de fato, ocorreu. As pistas o levam a um produtor musical (Peter Fonda), com quem a garota tinha um caso, e as coisas pioram quando este revela perigosas ligações com o crime. Apesar dessa breve sinopse, O Estranho não é um filme de ação e foca mais no drama do personagem principal e em uma análise interessante quanto a ética e justiça. O elenco está ótimo e Soderbergh ainda dá uma aula de montagem, criando várias sequências fora de ordem cronológica, mas que se encaixam perfeitamente. O filme tem uma linguagem própria e, graças a competência de seu diretor, o espectador é rapidamente "alfabetizado" nos minutos iniciais para compreendê-la sem estranheza. Na Saraiva, o DVD sai por 12,90.

tiago

The New Super Mario Bros Wii: Tá, eu sei que o jogo não é novo nem nada do tipo, mas eu estava aqui revisitandothe new super mario bross wii alguns jogos no meu quase nunca usado Nintendo Wii, peguei pra jogá-lo novamente e lembrei o quanto gosto desse jogo. Como o nome já diz, o game é uma "releitura" do clássico Super Mario Bros. do Super Nintendo, que muita gente, inclusive eu, gastou muitas e muitas horas jogando. Na nova versão temos basicamente a mesma timeline do antigo, mas com mudanças nas fases, e desafios novos. Mas o que realmente me pega nesse jogo é ficar achando ali e aqui referências do jogo clássico, o que me batia uma nostalgia inexplicável. Era só eu ver algo que me remetesse a era Super Nintendo que eu solta um "Putzz eu lembro disso..." "Caramba olha isso...". Desta vez peguei o jogo para jogar em multiplayer, não online, onde eu e minha irmã pegamos da primeira a última fase, e digo com toda certeza que gastamos boas horas, relembrando, brigando um com o outro, e claro se divertindo jogando a nova versão do Super Mario Bros para o Wii.  O jogo pode ser adquirido na saraiva por R$ 169,90 neste link.

 

 

 

igor

comic-book-men-posterComic Book Men: O reality show mais diferente que você pode ver hoje em dia é uma produção de Kevin Smith e seus amigos e se passa dentro de uma comic book shop (!). Tendo como premissa o dia a dia na Secret Stash (loja de quadrinhos de Kevin Smith, localizada em New Jersey), o programa diverte demais, tendo como premissa apenas o mostrar de como os funcionários da loja vivem suas vidas, sempre levantando questões sobre sexo de personagens, ou lutas que nunca poderiam acontecer, sem contar na diversa gama de objetos que surgem para serem vendidos e comprados na loja, de máscara do Batman da série clássica a Milennium Falcon gigante. Sem contar o clima de negociação que gira em torno nas compras e vendas e sempre divertem. Com 3 temporadas até agora (tendo a terceira estreado no dia 13), a série é curtinha, a primeira temporada tem apenas 6 episódios de 40 minutos. A segunda ampliou o número de episódios, mas entrou no formato de 20 minutos, e a terceira manteve isso. Se quiser adentrar no mundo dos quadrinhos, tendo discussões, exemplares raros e lendas vivas aparecendo a todo instante, num papo de amigos descontraído e animado, o segredo é assistir a Comic Book Men.

Jay Reatard – Watch me Fall: Um ano antes de sua morte prematura, o ótimoole-800 músico Jay Reatard lançou sua obra-prima, este “Watch me Fall”. Que traz todos os elementos conhecidos da carreira de Reatard, como o punk, o garage rock, e outros sons sujos, porém aqui, tudo é organizado e posto da maneira mais limpa e sem exageros que o músico já conquistou. Com diversas músicas com refrões que grudam na mente, o disco passa por uma gama diferente a cada música, mas mantendo sempre o objetivo principal de ser algo homogêneo. Músicas como “I’m Watching you”, “It Ain’t gonna save me”, “There is no sun” e “Rotten Mind” conseguem alcançar a perfeição de uma maneira natural e empolgante. Aliás, é um disco dançante e que em nenhum momento se perde em letras desnecessariamente punks demais. É um exemplo de disco perfeito que merece toda atenção que puder.

The Late Late Show with Craig Ferguson: Não só o melhor talk TheLateLateShow_About_introshow Americano, como o melhor talk show Americano apresentado por um escocês! Esse é o “Late Late Show with Craig Ferguson”, que com o melhor apresentador do gênero (Sim, adoro Jimmy Fallon e Conan, mas nem se comparam) traz um programa que desconstrói tudo do gênero, desde sua primeira temporada. Craig Ferguson a princípio nem sidekick tinha, depois arrumou um robô esqueleto que apenas repetia palavras pré-gravadas, e que eventualmente se tornou a voz de um comediante escondido em algum lugar. O programa, sem roteiro, é totalmente improvisado, incluindo as perguntas feitas para os convidados, que Craig faz questão de rasgar na frente dos mesmos. E não só temos um robô esqueleto gay (!), como um cavalo, sim, um cavalo!!! Secretariat, que tem como pele dois estagiários, é parte do coração de quem assiste e ganha cada vez mais espaço no programa noturno. Precisa dizer mais? Você quer saber como Craig fala tanto palavrão e faz tanta piada sobre sexo em pleno canal aberto? Quer um apresentador que carrega uma TARDIS em sua mesa? Quer um apresentador que usa as melhores meias do mundo? Pois é só sentar e ceder 40 minutos de seu tempo todas as noites.

warley

PAyDay-2-PS3Payday 2: Apesar de não ter gráficos espetaculares como vários jogos da atual geração, Payday 2 acerta ao fazer um jogo simples, mas
interessante e que deixa o jogador vidrado durante várias horas. Um dos grandes prós do jogo é o modo online, no qual você pode elaborar, junto com a sua equipe, as mais diversas 
estratégias para tentar cumprir sua missão, é até possível jogá-lo offline, mas em determinadas missões isso se torna quase impossível devido a dificuldade das mesmas. Ao ir cumprindo suas missões você vai ganhando dinheiro e experiência. O primeiro é utilizado para comprar novos contratos, personalizar suas armas e máscaras. Uma das principais evoluções em relação ao primeiro jogo são as "árvores" de skills nas quais utilizamos os pontos de experiência para “comprá-las” e melhorar seu personagem, basicamente como se fosse um RPG. Mas nada é mais prazeroso no jogo do que montar uma tática com seus companheiros e executá-la com perfeição e assim conseguir roubar uma joalheria ou um banco sem a polícia saber e sair com milhões e milhões de dólares pela porta da frente. O game está custando R$ 159,90 na Saraiva.

 

 

 

Sherlock-BbcSherlock: Até o momento a série tem apenas duas temporadas com três episódios cada, mas posso dizer que Sherlock é uma das melhores séries que pude assistir nos últimos anos. Uma das maiores vantagens dela, e de várias séries britânicas, é justamente a curta duração de suas temporadas o que possibilita ir direto ao ponto sem ficar enrolando e tendo que criar episódios fillers, que servem basicamente para fazer número, mas que pouco ou nada acrescentam a história. A série, como o próprio nome já diz, é sobre o famoso detetive Sherlock Holmes, porém fizeram uma releitura e o trouxeram para os dias atuais. O roteiro afiado, o bom ritmo, a produção e principalmente a escolha do elenco engrandecem ainda mais a série. Ainda não há uma data certa, mas provavelmente em janeiro de 2014 será lançada a terceira temporada, e apesar de Benedict Cumberbatch (Sherlock Holmes) e Martin Freeman (Watson) estarem com agendas cheias, eles declararam que topam voltar para uma quarta temporada, que seria possivelmente última. A série se encontra por R$ 59,90 em Blu-ray na Saraiva.

Redação

Comente pelo Facebook

Comentários

Comente pelo Facebook

Comentários

2 comments

Deixe uma resposta

Confira também