Cenas Memoráveis: Cães de Aluguel

O primeiro filme de Quentin Tarantino tem um sem-número de cenas incríveis, diálogos marcantes (quem não se lembra da discussão sobre Like a Virgin?) e tudo aquilo que fez do diretor tão famoso. Porém escolhi a mais sádica das sequências de Cães de Aluguel, a famosa "cena da orelha".

Meu fascínio por essa cena vem para comprovar como se cria um bom suspense. Não é sendo explícito. O que te choca é justamente o que você não vê. Hitchcock já dizia e fazia isso. Ao virar a câmera para outro lado, Tarantino mostra
por que é um cineasta tão festejado. Claro, a ideia não é original. Brian De Palma faz algo semelhante em um dos momentos mais violentos de Scarface. A diferença? Em Cães de Aluguel há outro elemento para fazer a cena se tornar ainda mais memorável: a trilha sonora. Stuck in the Middle adiciona o tom satírico graças à Michael Madsen, que inexplicavelmente só consegue interpretar quando dirigido por Tarantino.

Bom, é isso. A cena a seguir foi motivo de críticas ao cineasta, que depois faria Pulp Fiction, por seu teor, que muitos consideraram de violência gratuita. Seja como for, ela acabou se tornando um dos motivos pra Cães de Aluguel se tornar cult e garantir à seu diretor um lugar ao sol em Hollywood.

Alexandre Luiz

Comente pelo Facebook

Comentários

2 comments

  1. Avatar
    Zé Guilherme 15 janeiro, 2013 at 11:05 Responder

    Sobre o Madsen, achei que só eu achasse isso. Para mim também é uma das melhores cenas do filme, só não supera o icônico papo sobre Like a Virgin. Aposta em mais Cenas Memoráveis do Tarantino cara.

Deixe uma resposta