Alerta Vermelho #107 - Demolidor: A Segunda Temporada

Depois de fazer um enorme sucesso no ano passado, o Homem Sem Medo está de volta para mais uma aventura, e desta vez ele vem acompanhado de personagens queridos dos quadrinhos. Vem já ouvir o podcast sobre a segunda temporada de Demolidor com os comentários de Alexandre Luiz, Davi Garcia e Filipe Pereira!

Links do Podcast

Links Cine Alerta

Assine nosso feed:

Contato:

Mandem seus e-mails para [email protected], ou comente no post logo abaixo!

Redação

Comente pelo Facebook

Comentários

Comente pelo Facebook

Comentários

8 comments

  1. Avatar
    Maik De Souza 6 abril, 2016 at 13:12 Responder

    Olá meus caros, gostei bastante do podcast (como sempre), continuem com o bom trabalho. Sobre a segunda temporada, também achei a introdução de Elektra uma quebra de ritmo danada mas que no fim foi justificada. Karen não me incomodou, só achava ela muito sabichona sobre coisas de Direito mas que dá pra relevar. Math realmente me pareceu inseguro, perdendo protagonismo pro Justiceiro. Este que, apesar de não gostar do ator, teve boas sequências e roubou a série pra si. Por fim Foggy evoluindo, gosto muito do rumo que ele pode tomar daqui pra frente. O que achei ruim que vocês não falaram, foi o excesso do plot de Yakuza/Tentáculo. Não explicaram muita coisa e no fim da temporada aquele mix de subtramas acabou não me agradando. Ah, e também acho que deveriam ter culhões pra colocar personagens gays nas séries. Por fim queria pedir se possível, o nome da última música do cast. Sei que é abertura da série, mas nunca tinha ouvida essa versão. Gostei bastante.

  2. Avatar
    Alexandre Luiz 6 abril, 2016 at 16:48 Responder

    Olá, Maik! Valeu pelo comentário! Muito bem pontuado quanto ao Tentáculo. Pareceu mais preparação de terreno pra série dos Defensores ou até pra uma futura aparição em um spinoff da Elektra. Quanto à música, ela está na trilha sonora da série, é a última faixa, intitulada Daredevil.

    Grande abraço e continue nos acompanhando e comentando!

  3. Avatar
    @Miss_Blame 6 abril, 2016 at 16:37 Responder

    Amei o podcast! Como sempre, parabéns pelo trabalho!
    Pontuaram mtas coisas das quais eu concordo, principalmente o caso da Elektra e tbm acho q tá faltando um casal gay nesse universo mais sombrio da Marvel. Ainda mais para a Netflix, q preza a representatividade (se vc analisar os casts, as séries dela, vc tem uma diversidade mto grande) devia dar logo esse passo aí em parceria com a Marvel, seria importantíssimo, inclusive. No mais, tbm gostei mais dessa temporada do q da anterior, e tô bastante ansiosa pro q tá por vir.
    Ah sim, e só pra pontuar, no caso do casal lésbico em Jessica Jones: ali não é um problema, já q não acontece nenhum tipo de fetichização; a série aborda aquilo como parte das personagens, sem em nenhum momento utilizar esse ponto para o deleite masculino. Então a série não cai em contradição, mas claro q é bem verdade q a homossexualidade feminina é melhor aceita do q a masculina (claro q qndo as atrizes estão dentro dos padrões né, pq vide o caso da novela do beijo entre as idosas), então, como nós já pontuamos, é necessário pelo menos um casal gay sim. Mas enfim… só isso msmo, mais uma vez parabéns, e sucesso!
    o/
    P.S.1: Eu, q não sou fã de HQs (leio de vez em qndo, mas só qndo tô sem mais nada pra fazer msmo), peguei o spoiler, ó q legal huaheuhaueah bosta ¬¬
    Mas vamo faze oq neam…
    P.S.2: E vcs acham MESMO q eu ia passar aqui, comentar e NÃO cobrar o podcast de Avatar? Pois se enganaram KD O PODCAST DE AVATAR?! Vou ter q fazer panelaço??? 😛

  4. Avatar
    Mariana Lima 7 abril, 2016 at 13:25 Responder

    Como sempre adorei o podcast!
    Eu nunca li nenhum quadrinho de herói, só conheço este universo através das séries e filmes. Para mim, toda a parte da Elektra/ Tentáculo/Ninjas ficou muito confuso e um pouco chato. Alias aqueles ninjas mega fodas que escondem até os batimentos cardíacos tiveram o mesmo efeito liga dos assassinos em Arrow. São apresentados como super ninjas, mas qualquer soco dos protagonistas já deixam eles desmaiados. E o que dizer daqueles 100 ninjas correndo no telhado no ultimo episódio que simplesmente desaparecem para o Matt lutar com o Ninja principal e os 15 que sobraram? Esses foram os defeitos que foram muito marcantes para mim nessa temporada, mas não significa que eu não tenha adorado!
    Eu amei todos os episódios focados no Justiceiro! Ele é demais! Eu não conhecia nada do personagem, foi muito legal descobrir sobre ele com a Karen. Os diálogos dele com o Demolidor, para mim, foram as melhores cenas da temporada. Gostei também do desenvolvimento do Foggy e fiquei chateada com o Matt junto com ele.
    Ri alto com o comentario de vocês sobre a forma que os roteiristas desvalorizam os jornalistas, hahahahahaha é bem assim mesmo!
    PS: não sou jornalista
    PS2: minha irmã mais velha é jornalista, então já sabem né? rsrsrs

  5. Avatar
    Alexandre Luiz 19 abril, 2016 at 13:05 Responder

    Carlos, já temos podcast sobre a primeira temporada de Better Call Saul. Como a segunda terminou essa semana, vai demorar um pouquinho pra sair (mas faremos!). Já Banshee… bom, vai demorar bastante…

Deixe uma resposta